A inteligência competitiva é uma das coisas que qualquer negócio de sucesso moderado deve se preocupar, pelo menos informalmente, para criar sustentabilidade para si e para seu mercado.

É o grau de inteligência competitiva que define se as organizações realmente inovam mais que seus equivalentes funcionais, seus concorrentes competitivos diretos em qualquer mercado em atuem.

O que cada dia mais empresas têm notado é que suas estratégias de inteligência competitiva precisa estar interligadas com os investimentos em infraestrutura de TI.

Sobre isso vamos conversar ao longo deste artigo.
Continue lendo para entender como a infra de TI pode elevar a inteligência competitiva e definir os rumos do seu negócio!

O que a inteligência competitiva tem a ver com a tecnologia?

Uma empresa ganha vantagem competitiva fornecendo um produto ou serviço de forma que os clientes valorizem mais do que valorizam a concorrência. No entanto, não é tecnologia da informação que dá a uma empresa uma vantagem competitiva, e sim a forma com que a tecnologia é usada é que faz a diferença.

Cada dia mais, as empresas precisam usar a tecnologia da informação de forma inovadora.

Nó sabemos, a inovação é o processo de elaboração de formas de fazer as coisas de maneiras novas e criativas.  Usar a tecnologia da informação para enfrentar um problema de negócios da maneira como as outras empresas estão fazendo certamente não vai dar uma vantagem competitiva. É preciso fazer melhor do que os concorrentes.

A boa notícia é que nunca foi tão fácil, barato e rápido implementar hardwares, softwares e serviços de tecnologia como é hoje. O segredo está, portanto, em fazer as melhores combinações e aliar ferramentas e recursos com métodos que elevem a inteligência competitiva a um novo patamar.

Daí que os departamentos de TI têm assumido uma atuação bem mais estratégica do que faziam há alguns anos. Executivos de negócios e de tecnologia agora sentam nas mesas de decisões e deliberam lado a lado para tornar os negócios mais inteligentes.

Neste movimento, de acordo com a consultoria IDC, uma em cada nove empresas da América Latina devem empreender uma estratégia de transformação digital em 2018. Ou seja, muitas empresas da região deverão investir em tecnologia novas para potencializar seu poder tecnológico e vencer os novos desafios do mercado.

Como a infraestrutura de TI define a inteligência competitiva das empresas?

Quando falamos em infraestrutura de TI, estamos nos referindo aos hardwares, softwares, recursos de rede e serviços necessários para a existência, operação e gerenciamento de um ambiente de TI corporativo.

Atualmente, é importante lembrar, não é mais necessário que este arcabouço tecnológico esteja alocado nas dependências da empresa. Com a computação em nuvem, é possível virtualizar os recursos, recebê-los como serviço via internet. E isso é um divisor de águas, especialmente para as pequenas e médias empresas.

De qualquer forma, com a infra interna ou externa, quanto melhor equipada tecnologicamente a empresa estiver, maior será sua inteligência competitiva. Em outras palavras, com tecnologia suficiente, a empresa poderá empreender estratégias mais eficientes, ajustar processos, dar mais poder de produtividade aos seus colaboradores, facilitar a inovação, entre uma série de outras vantagens.

Como a inteligência competitiva é tratada em sua empresa? Ela é levada em conta na hora de pensar a infraestrutura de TI? Deixe seu comentário!